Após terem participado no Festival Science on Stage 2017, em Debrecen, Hungria, Nelson Correia (professor no Agrupamento de Escolas Gil Paes, Torres Novas, Portugal) e Jeannie Hargreaves (professora na Lockerbie Academy, Glasgow, Escócia) resolveram desenvolver um trabalho em conjunto. O tema escolhido por ambos foi a perda de audição dos alunos devido ao hábito de ouvirem música alta com auriculares, um problema com bastante relevância nos dias de hoje.

A realização de um estudo deste tipo implica a utilização de audiómetros para testar a audição dos alunos (faixa de frequência e níveis sonoros detetáveis). Uma vez que a escola portuguesa não possuía audiómetros, Nelson e Jannie decidiram fazer um intercâmbio e, em abril de 2018, o professor português seguiu para Lockerbie com o intuito de receber formação sobre o a utilização destes aparelhos, levando depois um para a sua escola com o patrocínio da Royal Society.

Depois das sessões de treino, Nelson realizou alguns testes auditivos com alunos da Lockerbie Academy. Foi também registado o nível de som dos auriculares num modelo de cabeça especialmente projetado com um Raspberry Pi.

Durante este encontro, com a duração de uma semana, Nelson Correia teve ainda a oportunidade de conhecer melhor a escola, de frequentar as aulas de Física de Jennie Hargreaves e de entrar em contacto com vários professores, bem como visitar alguns lugares na Escócia.

Com o audiómetro oferecido à sua escola, Nelson pôde levar o projeto para Portugal para realizar um estudo comparativo. Alguns dos seus alunos estiveram envolvidos na recolha de dados e na respetiva análise. A comparação dos dados recolhidos na Escócia e em Portugal vai permitir descobrir se existem diferenças entre os dois países e perceber até que ponto os alunos estão a prejudicar a sua audição devido ao hábito ouvirem música muito alta através de auriculares.

Os dois professores esperam poder publicar os resultados deste trabalho internacional em revistas como a Young Scientist, Catalyst e Science in School.

Este projeto vai concorrer como Joint Project para ser apresentado no próximo Festival Science on Stage 2019, #SonS2019, que irá ter lugar em Cascais, de 31 de outubro a 3 de novembro de 2019.

Se é professor, inspire-se nesta experiência e não perca a oportunidade de candidatar um projeto ao #SonS2019. O Evento Nacional de Seleção vai ser na EBS Carcavelos, a 19 e 20 de janeiro de 2019, e as candidaturas estão abertas até ao dia 6 de janeiro de 2019.

Para Joint Projects – projetos conjuntos desenvolvidos em colaboração com um professor de outro país, e em que pelo menos um dos autores já participou num dos anteriores festivais Science on Stage – a candidatura é feita através do Science on Stage Europe, até ao dia 31 de Janeiro de 2019.

Junte-se a nós! Ser professor Science on Stage é fazer parte da maior rede da Europa de e para professores de STEM, com acesso a materiais didáticos, workshops, eventos internacionais e a possibilidade de obter bolsas de viagem para projetos de intercâmbio.